ASULogo (3K)
Menu
Departamento de Geologia
Graduação
Disciplinas de Graduação
Atos Acadêmicos da Graduação
Pós-Graduação
Quadro de Pessoal
Laboratórios
Divulgação de Eventos
Abre o Webmail
Abre Forum da Geologia
Publicações
Museu da Geodiversidade
Ex-alunos
Localização
PRH-18

Conectar
Nome-de-usuário

Senha

Me lembrar



Calendário
< Novembro, 2014 >
D S T Q Q S S
26 27 28 29 30 31 01
02 03 04 05 06 07 08
09 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 01 02 03 04 05 06


top (13K)
Anúncios

Casa da Pedra-CE

Postado por: fplaier ligado 10/20/2014 01:35 PM

Após, 3 anos de intenso trabalho, foi assinado na última quinta-feira, dia 17 de Setembro 2014, no Gabinete da Reitoria da UFRJ, o Acordo de Cooperação entre a UFRJ e a Prefeitura Municipal de Santana do Cariri. O projeto intitulado: Centro de Referência Casa de Pedra - CDP, irá contribuir para as pesquisas paleontológicas, geológicas e diversas outras áreas afins.
Assim a Universidade Federal do Rio de Janeiro, renomada Universidade Pública, se instala na Cidade de Santana do Cariri, Capital Cearense da Paleontologia e terra da Serva de Deus Benigna Cardoso, mais precisamente no Bairro de Inhumas.
Na solenidade, ocorrida no Rio de Janeiro, estavam presentes o reitor da UFRJ – Dr. Levi da Conceição, um dos idealizadores do projeto e o representante do Município Dr. Ypsilon Félix, além do diretor do Instituto de Geociências, Dr. Ismar Carvalho. A Prefeita de Santana do Cariri, Danieli Machado, assinou na manhã de sexta, dia 19, o Acordo de Cooperação.


Página Principal - Geologia/UFRJ
Logos_Museu&Gondwana



  1. Novo Portal do Programa de Pós-Graduação Acesse-o Aqui
  2. Portal do Museu da Geodiversidade Acesse-o Aqui
  3. Portal do Projeto Gondwana Acesse-o Aqui
  4. ou acione a página www.gondwana.geologia.ufrj.br

feliznatal2007


Estrutura

DEPARTAMENTO DE GEOLOGIA
Chefe: Cícera Neysi de Almeida
Chefe-substituta: Lílian Paglarelli Bergqvist
Secretária: Vania Godinho

CURSO DE GRADUAÇÃO EM GEOLOGIA
Coordenador: Aristóteles de Morais Rios Netto
Secretário: Walgenor Reis dos Santos

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOLOGIA
Coordenador: Everton Marques Bongiolo
Secretária: Christina Barreto Pinto

O Departamento de Geologia (DGEO) pertence ao
  • Instituto de Geociências (IGEO), do
  • Centro de Ciências Matemáticas e da Natureza (CCMN), da
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Compete ao DGEO a discussão e a implementação de diretrizes no tocante ao ensino de Graduação, extensão, e à tomada de ações administrativas quanto ao seu corpo docente, discente e técnico-administrativo, com aprovações sucessivas em seu colegiado, o Conselho Departamental, e no do IGEO, a Congregação do Instituto de Geociências.

O Conselho Departamental é composto, no DGEO, pelo corpo docente, um representante técnico-administrativo e um representante discente de graduação. O Departamento possui um representante, o Chefe de Departamento, eleito juntamente com o seu Substituto Eventual (Sub-chefe) pelo Conselho Departamental, pelo prazo de dois anos.

Cabe ao Chefe do Departamento a nomeação de:
  • um Coordenador de Graduação, cuja função é de apoio administrativo, resolução de assuntos acadêmicos da graduação e implementação de políticas voltadas para a melhoria do curso de graduação e de
  • um Coordenador do Programa de Pós-graduação em Geologia, cujas funções são a discussão e implementação de diretrizes de ensino de pós-graduação e pesquisa

Assistem ao Coordenador de Graduação os membros da COAA - Comissão de Orientação e Acompanhamento ao Aluno – constituída por três professores do Departamento, além do Coordenador e um representante discente de graduação.

Assistem ao Coordenador do Programa de Pós-graduação em Geologia os membros da os membros da CDPPGL - Comissão Deliberativa do Programa de Pós-graduação em Geologia - composta por três professores do Programa, além do Coordenador e de um representante discente, eleito pelos alunos de pós-graduação.

Para agilidade das ações departamentais, o corpo docente distribui-se em 6 Setores para atividades de Graduação e 3 Áreas de Concentração e Linhas de Pesquisa para as atividades de Pós-Graduação.


Graduação: Os Setores e as Disciplinas
  1. Setor de Paleontologia e Estratigrafia
  2. Setor de Geologia de Engenharia
  3. Setor de Geologia Geral
  4. Setor de Petrologia e Mineralogia
  5. Setor de Geologia Econômica
  6. Setor de Geofísica

Pós-Graduação: Áreas de Concentração e Linhas de Pesquisa
  1. Geologia Regional e Econômica
    • Geotectônica, Geoquímica e Petrologia
    • Geologia Econômica e Recursos Naturais
  2. Geologia de Engenharia e Ambiental
  3. Paleontologia e Estratigrafia
    • Estratigrafia
    • Bioestratigrafia e Paleoecologia


largo_s_fco


Breve Histórico da Implantação do Departamento

O Curso de Geologia do Rio de Janeiro iniciou suas atividades em 1958, tendo sido a quinta unidade brasileira criada e mantida pela CAGE - Campanha de Formação de Geólogos. As outras quatro, Recife, Ouro Preto, São Paulo e Porto Alegre, foram criadas em 1957. Em 1965, o Curso de Geologia do Rio de Janeiro passou a integrar a Universidade do Brasil (UB) como Escola Nacional de Geologia e, com a Reforma Universitária (1967), passou a fazer parte do atual Instituto de Geociências (IGeo) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), como um de seus departamentos, juntamente com outros oriundos da antiga Faculdade Nacional de Filosofia, da UB (Decreto 60.455-A de 13.03.1967).

Até a criação dos cursos de Geologia no Brasil, em 1957, o ensino da Geologia estava associado à formação de outros profissionais (engenheiros civis, engenheiros de minas, biólogos e químicos), constituindo-se em cadeiras isoladas e não resultavam na formação de geólogos. Todo o contingente de profissionais envolvidos com a Geologia no Brasil não ultrapassava 50 e desenvolviam atividades ligadas às pesquisas para o conhecimento do arcabouço geológico do território brasileiro e à prospecção mineral, incluindo o petróleo.

Mesmo tendo sido o berço das atividades geológicas no país, a então capital federal, não foi contemplada com a criação de um curso de geologia no ano de 1957, motivo pelo qual órgãos federais aqui sediados, tais como o Departamento Nacional da Produção Mineral, o Conselho Nacional de Pesquisas, o Conselho Nacional de Minas e Metalurgia, a Comissão Nacional de Energia Nuclear, o Clube de Engenharia, a Universidade do Brasil, a Escola Nacional de Engenharia e a Faculdade Nacional de Filosofia, recorreram ao ministro Clóvis Salgado e à CAGE (Campanha de Formação de Geólogos) para a imediata criação de um curso de Geologia no Rio de Janeiro.

A estratégia funcionou e já em 1958 foi criado o Curso de Geologia do Rio de Janeiro, cuja primeira turma foi formada em 1961 e teve como paraninfo o criador das Escolas de Geologia no Brasil, o então senador e ex-presidente da república Juscelino Kubitschek de Oliveira.

Em 18 de maio de 1961, a CAGE, no uso de suas atribuições e atendendo à solicitação de alunos e professores, transformou o Curso de Geologia do Rio de Janeiro em Escola Nacional de Geologia, como estabelecimento isolado de ensino superior. A partir de 1965 a Escola Nacional de Geologia foi incorporada à Universidade do Brasil, quando então se admitiu em seu corpo discente as duas primeiras turmas da Faculdade Nacional de Filosofia que, à época, havia recém-criado um curso de Geologia.

Depois, em 1967, foi decretada a reforma universitária e a Universidade do Brasil passou a denominar-se Universidade Federal do Rio de Janeiro. Foi então criado o Instituto de Geociências (Decreto 60455-A, de 13/8/67), quando se reuniram a Escola Nacional de Geologia e os cursos de Astronomia, Geografia e Meteorologia, da Faculdade Nacional de Filosofia.

No ano de 2008 são comemorados os cinqüenta anos do primeiro curso de Geologia do Rio de Janeiro. Neste período a Geologia experimentou extraordinária evolução como campo do conhecimento científico e o próprio Departamento de Geologia do Instituto de Geociências da UFRJ se modernizou. Na UFRJ qualificam-se geólogos com sólida formação básica, capazes de atuar nas mais diversas áreas da Geologia, sendo que até o momento já foram graduados mais de mil profissionais.


Veja a seguir dados da celebração dos 50 anos da Geologia-UFRJ





turma_1961_ufrj


2008: Celebrando 50 anos do Curso de Geologia-UFRJ

Conforme mostra a foto acima, ao final de 1961 a UFRJ diplomava sua primeira turma de geólogos, que iniciara seus estudos no ano de 1958.

Para celebrar esses 50 anos:
  1. foi elaborado pelos geólogos Josué Alves Barroso, Arthur Eduardo Diniz Gonçalves Horta e Emilio Velloso Barroso o documento "O curso de Geologia do Rio de Janeiro completa 50 anos". Leia-o (em português) aqui. Read it (in english) here.
  2. foi elaborado pelos geólogos Josué Alves Barroso, Arthur Eduardo Diniz Gonçalves Horta, Emilio Velloso Barroso e Ismar de Souza Carvalho o documento "2008: Retrospectiva dos 50 anos da Geologia na UFRJ e Olhar Crítico para o Futuro". Leia-o aqui.







Videos Indicados para Assistência


  1. No Quintal do Seu Crisogônio Veja Aqui
  2. Desvendando os enigmas do planeta Azul Veja Aqui
  3. Apresentação de fóssil pré-histórico Veja Aqui
  4. Geologia da UFRJ comemora 50 anos Veja Aqui
  5. A importância do estudo dos Fósseis Veja Aqui
  6. Formação de Recursos Humanos em Geologia do Petróleo, o PRH-18 Veja Aqui

  7. Formação de Recursos Humanos em Química do Petróleo, o PRH-01 Veja Aqui
  8. Sist.Oceânicos e Tecnologia Marinha, o PRH-03 Veja Aqui
  9. Excursão Paleontológica ao GeoParque do Araripe, Ceará Veja Aqui
  10. Prof. Donald Johanson conta a historia de Lucy, Australopithecus afarensis Veja Aqui





Criado em 04/10/2006 03:00 PM por admin
Atualizado em 11/18/2014 10:15 AM por faperosi
 Versão para Impressão

O que está Relacionado
Estas também poderão lhe interessar
Anúncios

Documentos

Páginas Web


Copyright © Appalachian State University 2002 - 2004
This Site is powered by phpWebSite © The Web Technology Group, Appalachian State University
phpWebSite is licensed under the GNU LGPL